Rondônia, 24 de maio de 2024
O Minuto Notícia ×

Governo do Estado afasta por tempo limitado secretário da Casa Civil, Junior Gonçalves

Suspeita de direcionamento na verba de propaganda foi um dos motivos da Operação “Propagare”. Junior lideraria uma organização criminosa.

Autor:
Prédio do Centro Político Administrativo do Governo de Rondônia. Foto: Secom

O Ministério Público do Estado de Rondônia (MP-RO), orientou o Governador Marcos Rocha afastar o secretário-chefe da Casa Civil Junior Gonçalves por suspeita de envolvimento com grupo criminoso que estaria fraudando licitações, consequentemente praticando atos de corrupção no atual governo.

De acordo com o MP-RO os mandados de busca e apreensão, foram expedidos pelo Egrégio Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia. O objetivo é parar a suposta organização e os danos ao erário, além de delimitar a conduta dos investigados, bem como identificar e recuperar ativos frutos dos desvios realizados.

Assim que o governado foi informado da Operação do MP-RO, atendeu todas as suas recomendações e emitiu uma “Nota”.

Nota: operação “Propagare”

O Governo do Estado de Rondônia vem a público esclarecer à população que o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) desencadeou na manhã desta sexta-feira (14) a segunda fase do que denominou operação “Propagare”.

O Governador Marcos Rocha foi notificado sobre o andamento da operação na manhã desta sexta e o secretário-chefe da Casa Civil precisou deixar suas funções administrativas por tempo limitado.

O Governo do Estado de Rondônia reitera que respeita o trabalho do judiciário e que espera a conclusão do andamento processual para que os fatos concretos venham à tona.



Compartilhar


Veja Também

Deixe um Cometário